terça-feira, 1 de julho de 2014

Conhecendo o Ciência sem Fronteiras !

Oi gente !

O sonho de diversas pessoas - incluindo eu - é ter a oportunidade de fazer intercâmbio. 
O programa Ciência sem Fronteiras nos oferece essa chance.
Por isso vim aqui para explicar o que é e como funciona o programa, para que eu possa ajudar aqueles que tem esse sonho.


O que é:

O programa Ciência sem Fronteiras é uma iniciativa que visa fornecer bolsas de intercâmbio a estudantes brasileiros de graduação e pós-graduação com bom desempenho acadêmico em instituições de ensino superior do exterior.

Objetivos:

O principal objetivo é promover a internacionalização da ciência, tecnologia e inovação brasileiras e investir nos talentos acadêmicos brasileiros.

Áreas contempladas:
  • Engenharias e demais áreas tecnológicas;
  • Ciências Exatas e da Terra;
  • Biologia, Ciências Biomédicas e da Saúde;
  • Computação e Tecnologias da Informação;
  • Tecnologia Aeroespacial;
  • Fármacos;
  • Produção Agrícola Sustentável;
  • Petróleo, Gás e Carvão Mineral;
  • Energias Renováveis;
  • Tecnologia Mineral;
  • Biotecnologia;
  • Nanotecnologia e Novos Materiais;
  • Tecnologias de Prevenção e Mitigação de Desastres Naturais;
  • Biodiversidade e Bioprospecção;
  • Ciências do Mar;
  • Indústria Criativa (voltada a produtos e processos para desenvolvimento tecnológico e inovação);
  • Novas Tecnologias de Engenharia Construtiva;
  • Formação de Tecnólogos.
Para ver a lista completa CLIQUE AQUI.

Quem pode participar:

Podem participar alunos da graduação e de pós-graduação que estejam em cursos dessas áreas prioritárias em instituições de ensino superior que aderiram ao programa.

Para mais informações entre no site ; Ciência sem fronteiras


Infelizmente vários cursos na área das ciências humanas foram excluídos do programa, como Publicidade, Jornalismo e Artes Plásticas.
O material jornalístico produzido pelo Estadão é protegido por lei. Para compartilhar este conteúdo, utilize o link:http://educacao.estadao.com.br/noticias/geral,ciencia-sem-fronteiras-exclui-pelo-menos-24-cursos-de-novo-edital,963250
A justificativa é que esses cursos no Brasil não têm lacunas a serem preenchidas como os de Ciências Exatas, Engenharias e áreas tecnológicas e, portanto, não precisariam ser complementados com o estudo do exterior.

Fico imensamente triste em saber disso, já que minha intenção é cursar jornalismo no exterior.
Felizmente estudantes destas áreas podem se inscrever pelos programas: 

CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior -

CNPq - Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico -


Fontes:

*
*
*
*

Nenhum comentário:

Postar um comentário