quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Centésimo post [...]

Os pais querem sempre que seus filhos sejam melhores, melhores do que um dia eles já foram. Somos uma versão melhorada de quem nos criou, assim como nossos pais são de seus pais.
Cada família tem um modo de educar e criar seus filhos. Assim, eles nos educam e crescemos da forma que eles querem e acham ser a melhor. Crescemos sempre com algo na mente, que foi colocado por nossos pais. A primeira faísca de um sonho se inicia em casa.
Fui educada para pensar de uma maneira. Sou um espelho do que minha mãe diz.
Não posso agora mudar meus pensamentos, não depois de ouvi-los da boca de quem me criou tantas vezes.
Sou também uma versão melhorada de minha mãe. Seu sonho era fazer faculdade. E desde que adquiri certo raciocínio me recordo de sua voz dizendo:
- Faça faculdade. Não se case. Seja independente. E acima de tudo não engravide jovem.
Hoje, seu sonho se tornou meu sonho. Minha meta para um dia deixa-la orgulhosa. Mas, não espero realizar isto apenas por ela. Penso em mim também.
Assim como os pais querem que seus filhos sejam melhores que eles. Os filhos tendem a querer uma vida melhor do que a vida que teve seus pais. Escrevo isto no plural porque acredito que não só eu quero algo melhor.
E depois de passada aquela fase de “eu quero ser professora, cantora, atriz, modelo, dançarina e astronauta”, decidi o que quero realmente seguir como carreira.
Jornalismo é o que quero e o que busco. Fugindo totalmente do que minha mãe queria para mim e o que queria para ela, enfermagem era seu sonho. E vai continuar sendo dela, somente dela.
Não podemos realizar algo que não nos agrada, apenas para agradar quem um dia não pode concretizar suas metas.
Mas, como é típico da vida tudo que tentamos com muito afinco realizar vem com obstáculos, propositalmente feitos para nos deixar mais fortes quando finalmente conseguimos. Infelizmente muitos desistem no meio da caminhada.
Sigo com esse pensamento para não ceder às dificuldades. No final sei que toda luta terá valido a pena.
Sabendo como é difícil para eu fazer especialmente Jornalismo. Decidi me aperfeiçoar da maneira que posso, para facilitar algum evento futuro.
Criei o blog por esta razão. Para me aperfeiçoar na escrita, e melhorar cada vez mais.
Em comemoração ao meu centésimo post aqui, compartilho com vocês um pouco da história por trás de alguns Rascunhos.

2 comentários:

  1. Ótimo texto! Parabéns, escrita aperfeiçoada com sucesso.
    Me identifiquei. Boa sorte com sua futura carreira.
    Estou com um blog novo, passa lá se puder Imperfeito Universo
    Beijos!

    ResponderExcluir